sábado, 12 de maio de 2012

Deixe estar……pra ver como é que fica

Eu queria ser uma borboleta livre, leve, solta, e independente. As borboletas passam pelo processo mais belo e verdadeiro da natureza: a metamorfose. De lagarta feia e desajeitada, ela vira um inseto lindo e delicado. Eu queria ser uma borboleta pra mostrar pra todo mundo que toda mudança pode gerar bons resultados. Eu queria ter essa certeza. Mas será que a lagarta sabe que sua vida infeliz vai se metamorfosear numa linda existência? Acho que a lagarta não sabe que vai virar borboleta. Assim como o patinho feio, que não sabia que era um cisne até se transformar em um e causar inveja entre seus ‘irmãos’ patos… Mudanças me trazem medo, e se eu fosse uma lagarta, certamente teria medo de me fechar num casulo sem saber ao certo o que iria acontecer. Imaginem, quando você está finalmente acertando sua vida como lagarta, conformada com uma existência medíocre, de repente vc tem que se enfiar num casulo apertado e ficar lá até que a natureza por si só te tire dessa existência sofrível e te transforme no ser mais belo de sua fauna. Eu queria ser uma borboleta, mas odiaria passar pelo processo do casulo…Mas a natureza não permite isso. Como toda boa borboleta, deve-se passar pelo processo completo. E no fundo isso faz sentido, senão todas já nasceriam borboletas e perderiam a beleza da transformação. A beleza da surpresa, da novidade. Nenhuma existência pode ser completa se não houver nela processos sérios e completos de transformação. As lagartas-borboletas que o digam! Tem horas na vida em que tudo parece de cabeça pra baixo, as coisas começam a sair de um jeito inesperado, indesejado. Todas as certezas passam a ser incertas, confusas, sem razão de ser. Assusta. Tem horas que a solidão do casulo se torna intransponível. Seria a solidão necessária para a metamorfose? Será que se os casulos fosses colmeias como as das abelhas, onde todas nascem juntas, no mesmo ambiente, quase ao mesmo tempo, prejudicaria a beleza da transformação? Será que o resultado seria outro ao invés da bela borboleta? Eu estava feliz com minha existência de lagarta. Mesmo. Mas agora, que meu casulo está de cabeça pra baixo, eu não sei o que esperar. Talvez a maior das transformações, a metamorfose que vai me transformar numa borboleta e tornar minha existência ainda mais feliz. Mas e se eu for apenas mais uma lagarta?? Afinal, não são todas que se tornam borboletas… ...e eu ainda estou espiando pelo buraquinho do casulo...
Desconheço autoria


Não existe fonte de inspiração mais linda...