sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Maria Maria

Corre, corre às horas e com elas suas estórias.
Somos protagonistas de um mundo de
ilusões e desilusões que encantam e machucam,
quando vemos que tudo que imaginávamos era
apenas ilusão e mais nada.

_____________________Maria Maria


Hoje sou só poesia...

Nuvens de algodão...

Dias cobertos de nuvens; vento sacode a poeira do dia e
vem assanhar meus cabelos, quero sentir a vibração de
cada instante me convidando a passear por mim.
Vida vem mexer comigo,cutuca pra ver se eu acordo feliz!
Ando de pés no chão atrás de me encontrar, e vejo que ainda
estou bem longe, mas não canso sei que estou logo ali...
posso me ver feliz sorrindo pra mim!

Maria Maria




Caio Fernando Abreu

Que a gente tenha:

Astral bonito
Prece nos lábios
Saudade mansinha
Fé no futuro
Delicadeza nos gestos
Conversa que cura
Cotidiano enfeitado
Firmeza nos passos
Sonhos que salvam