segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Carolina Salcides

da doação...





Ninguém pode ser feliz pensando só em si, sendo egoísta, invejoso...
"Ninguém pode ser feliz não se doando, não amando e vibrando com os seus...
A vida traz de volta o que tem no nosso coração, a vida traz de volta o que a gente não dá. 
Ela vem de volta no mesmo ritmo que a gente a navega, no mesmo tom de voz...
 Quem abraça forte, recebe um abraço forte de volta.
Ninguém pode ser feliz sendo pequeno, dando pouco, não se importando com um irmão.
A vida é mesquinha e triste e solitária para quem não tem luz no coração.

A luz?

 Vem do amor, da doação, de pequenos gestos de bondade gratuita e verdadeira.
Quando a gente ajuda, a aura se ilumina.
 Quando a gente ama, o espírito se enriquece.
A verdadeira riqueza não é material, é o que a gente deixa nas pessoas...
 são as pessoas que nos amam e cercam...
 Ninguém pode ser feliz sendo um.
Quanto mais você dá, mais você se multiplica...
 você fica no coração de muitos. 
Você é amado e querido. 
E isso, não tem preço. É intransferível."

Carolina Salcides

Carolina Salcides


Emoções...



        


"Aprendi a amar, a sentir a maior felicidade do mundo...
Vislumbrei o paraíso e o néctar do divino... 
Aprendi a sonhar acordada, a querer antecipar as chegadas... 
Eu senti a maior ansiedade, senti a realidade e a totalidade da vida. 
Eu senti o completo, o místico e o concreto...
 e o sutil escapar por entre meus dedos... 
Aprendi a sofrer, a sentir o choro forte, aprendi a prendê-lo.
 Eu senti a maior tristeza do mundo, senti o vazio e o céu distante... 
Aprendi a ficar em silêncio, a aceitar as perdas e brincar com o tempo. 
Eu aprendi a ser...
Eu...
 a sentir todas as emoções sem ter vergonha ou medo delas.
 Aprendi que a sensação de fraqueza é um lampejo para eu encontrar a minha força. 
Porque aprendi a ser assim: viva e com emoções... 

Carolina Salcides